Consultório sentimental
Consultório sentimental sobre o amor...

30 Abril 2010

Caro Dr. Coração:


Tenho 18 anos e vivi um amor de 2 anos com um namorado que foi o meu primeiro. Tinha na epoca 15 anos e agora tenho 18. Ele me fez sofrer muito ha uns 8 meses atras quando ele me procurou... saimos e foi optimo mas agora de vez em quando eu saio com ele. Mas nao e a mesma coisa...

O pior de tudo que me envolvi com um rapaz que e cantor e acabei por me envolver com ele. Quando esta comigo demonstra gostar de mim mas desaparece e nem da sinal... Sou eu que sempre o procuro... estou a sofrer muito pois me sinto usada ... sempre que ele quer estou la mas ele nunca esta quando eu quero... O que faço pra conseguir tira-lo da minha vida ou coloca-lo de vez?
 

                                                  Anónima, 18 anos
 

Cara Anónima:

Parece-me que esse rapaz não está interessado numa relação séria contigo... Ele gosta de ti, mas não ao ponto de querer ter um futuro contigo. Ele apenas está contigo quando ele quer e muitas vezes não te dá o apoio quando mais precisas dele. Tu mereces melhor do que isso e por isso devias fazer um esforço para tirá-lo definitivamente da tua vida. Tu um dia irás encontrar alguém que goste a sério de ti e que queria estar contigo todos os os dias e acima de tudo ser alguém em que confies. Por isso, deves não pensar mais nele e acabar tudo. A decisão é tua, mas peço-te que penses no que te disse.

 

                                                Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 20:34

27 Abril 2010

 

Caro Dr. Coração:


ola..  Eu sou a Marcela e namorei durante 1 ano e 1 mes mas o via todos os dias.  Praticamente moravamos juntos ele terminou de mim pq disse que nao me ama mais e sente por mim uma amizade muito grande... como amor de um irmao ... e  nao sei o que fazer... Mas mesmo assim nao distanciei dele  e as vezes praticamos sexo.. O que devo fazer?

 

                                                                         Marcela

 

Cara Marcela:

 

Muitas vezes, as pessoas de quem gostamos não sentem o mesmo por nós. E foi o que aconteceu no teu caso. A vossa relação já terminou pois ele sente apenas amizade por ti e nada mais. Enquanto continuares a ter sexo com ele, irás continuar a ter esperanças de que ele volte para ti. Mas isso não irá nunca acontecer e tens de ter noção disso. Tens de seguir em frente com a tua vida e esquecê-lo. Caso o não o faças corres o risco de não encontrar ninguém que te faça feliz pois estás presa ao passado. Tu mereces mais do que isso, mas enquanto pensas nele podes estar a perder oportunidades de conhecer alguém que te ame a sério. Por isso, tens de seguir com a tua vida.

 

                                                                 Dr. Coração

 

publicado por Dr. Coração às 22:37

26 Abril 2010

Caro Dr. Coração:

 

Eu estou com um rapaz vai fazer um mes... estamos namorando. Ele é o homem que todo as mulheres pedem... carinhoso etc... mas eu sai uma tarde sem ele e ele nao gostou. O que achas?

                                                                    Anónima
 

Cara Anónima:

 

Numa relação tem de existir confiança entre ambas as partes. E isso implica não esconderes nada ao teu namorado. Ele sentiu-se magoado por não lhe teres dito nada. Tens de ter em atenção que numa relação, temos às vezes de abdicar um pouco da nossa liberdade que tínhamos quando éramos solteiros e isso implica outras responsabilidades. Por isso, deves pedir-lhe desculpas e tentar no futuro confiar mais nele. Espero que tudo corra bem.

                                                                    Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 13:27

25 Abril 2010

Caro Dr. Coração:

 

 Eu conheci uma rapariga que dormia com um amigo meu, através dele. Um dia ela discutiu com a tia com quem morava, que tentou força-la a voltar para a cidade onde moravam os seus pais. Ela ligou desesperada p/ o meu amigo que a convenceu de que ela ñ precisava ir pq tinha um amigo que morava só e que podia aceitá-la lá, e esse amigo era eu. Na mesma noite ele me ligou e explicou a situação dela, e eu disse a ele que ñ tinha problemas de ela ir morar comigo, mesmo pq eu sempre achei-a uma gatinha, e eu acabei concordando. (...) Um dia ele levou-a para a minha casa, mas já era noite e eu eu já estava de saída p/ uma festa... então eu disse a ela p/ ficar a vontade p/ arrumar suas coisas, pq eu já estava saindo (...) só que como eles já tinham curtido antes, acabaram aproveitando o momento e dormiram mais uma vez e na minha cama, depois ele me contou e nem fiquei zangado pois eu não gostava dela na altura.

 

Acontece que nós dormíamos juntos na mesma cama depois de uns 2 dias eu tb dormi com ela e comecei a gostar dela, mas eu percebí que eu ñ conseguia confiar nela e ainda ñ consigo, pq ela sempre estava com a agenda dela cheia de nº de telemóveis de homens e eu comecei a sentir fortes ciúmes. Então começaram as nossas 1º discussões e conforme os dias íam se passando eu ficava mais desconfiado ainda, pq ela ia muito p/ o sítio onde morava antes. Nós já estamos juntos ha 3 meses e ha 4 dias atrás eu pedí p/ me casar com ela e ela aceitou. Há 2 dois dias depois descobrí no meio das coisas dela uma lista dos homens com quem ela já tinha dormido (...) e o que mais me partiu o coração foi que depois de mim, tinha mais homens na lista. Esperando que ela chegasse do trabalho impaciente (...) quando ela chegou, eu a encostei na parede e perguntei de quem eram os nº que eu encontrei na agenda dela e ela disse que eram só os amigos dela, então eu perguntei se ela tinha dormido com alguns daqueles homens(...) ela mentiu-me. Eu sou muito romantico e carinhoso talvez seja esse meu maior erro, por ser assim gosto de ser retribuído e ela só faz o mesmo quando eu a encosto na parede, quando eu pergunto dela se ela gosta de mim. mas eu queria que ela fizesse isso por vontade própria o que ñ acontece. a verdade é que ela ñ gosta de mim eu percebo isso e sabendo disso ñ consigo me conformar em saber que ela ñ gosta de mim e assim confesso que a sufoco com isso, o problema é que eu ñ sei viver sem ela e estou completamente apaixonado.(...)

 

No outro dia, sem que ela me pedisse desculpas pelo que fez, como sempre ñ pede mesmo, aconteceu que eu mesmo voltei a falar com ela, pq eu ñ aguentei ficar mais um dia sem fazer amor com ela e ao invés de ela aproveitar o momento e me pedir desculpas pelo que fez, ela simplesmente dormiu mais uma vez comigo como se nada tivesse acontecido. eu esperava mais dela, mas infelizmente estou apaixonado por ela.(...) Se eu tivesse forças pediria a ela que fosse embora e me deixasse viver sem ela que assim seria mais feliz, pois viveria sem sofrer. Essa é minha intenção mas eu não consigo tomar nem uma atitude em relação a isso, estou cego e aqui peço ajuda. Será que posso fazer com que ela deixe de ser assim e continuo com ela ou será que é melhor esquecer-la e tentar a sorte com outra?(...) Eu penso: se ela já faz isso agora que o relacionamento é intenso, ainda estamos nos conhecendo,imagine quando nos casarmos, ela fará pior, já que vai estar acostumada a saber que quando ela erra eu perdoo. Como eu disse: se eu pudesse ñ me arriscaria a casar-se com ela, ñ posso pq ñ tenho forças, pois estou completamente cego por ela e já que eu a quero tanto e ñ consigo tomar uma atitude de manda-la embora da minha vida por estar apaixonado. quero que diga-me o que fazer p/ ela gostar de mim, é tudo o que eu mais quero nessa vida. O que devo fazer? Acabar tudo ou tentar fazer com que ela mude.. Não sei mais o que dizer....

 

Roger

 

Caro Roger:

 

Por mais difícil que te custe, acho que só tens uma solução. Acabar a relação com essa rapariga e continuar em frente com a tua vida. Tu no íntimo, sabes que ela não gosta tanto de ti como tu a amas. Ela já te traiu várias vezes e tenho a certeza de que ela o continuará a fazer, mesmo que case contigo. Se tu não queres sofrer mais, então tens de acabar tudo. Ela vai tentar aproveitar os sentimentos que tens por ela e o facto de quereres ter sexo com ela para tentar convencer-te do contrário. Mas tens de ser forte e pensar se queres viver uma vida infeliz, numa relação onde não confies na tua mulher e passarás os dias todos a pensar se ela te continua a enganar. Mais vale acabar já com a relação. Mas a decisão é tua. Só te peço que penses nas minhas palavras e que reflictas mais com a razão do que com o coração.

 

Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 22:11

17 Abril 2010

Caro Dr. Coração:

 

Tenho algumas duvidas. Estou saindo com um rapaz e ele e eu somos grandes amigos ha muito tempo. Dormimos juntos no ano passado mas agora eu e ele demos um tempo... mas agora ele esta namorando. Por eu e ele semos bons amigos conversamos muito e eu sei que o namoro dele so nao acabou ha muito tempo por pena.
Ele me deu o telemóvel dele e pediu-me para ligar , contudo ja se passou uma semana e eu nao sei se devo ligar ou nao. Uma parte de me diz para ligar e lutar por nos dois. A outra parte de mim nao quer ligar porque tem medo de se magoar. Gostaria que me desses um conselho.

 

                                                                        Anónima

 

Cara Anónima:

 

Tu estás dividida, pois tens medo de sofrer. Mas tens de pensar se gostas dele o suficiente para arriscar. Vocês os dois são amigos muito próximos e sabem o que cada um sente pelo outro. Alguém tem de dar o primeiro passo. E não me parece que seja ele, pois ele tem medo de magoar a namorada. Por isso, devias ligar-lhe a combinar um encontro para falarem do que sentem um pelo outro e saber se ele estava disposta a deixar a namorada para ficar contigo. Mas só deverás ligar-lhe se tiveres a certeza de que estás disposta a arriscar a tua amizade e se tiveres indícios de que ele também estará disposto a lutar por vocês os dois. Caso seja esse o caso, não deves ter medo de procurar a felicidade... As coisas podem não correr bem, mas pelo menos saberás que fizeste o possível para estar com ele e ficarás de consciência tranquila para seguir com a tua vida.

 

                                                                         Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 11:36

14 Abril 2010

Caro Dr. Coração:

Minha história é um tanto longa e complicada...Vou tentar resumí-la o máximo possível: Eu estava separada do meu marido por uns tempos quando conhecí esse rapaz, o Rodrigo. Mas justamente quando o conhecí, eu já estava voltando pra casa,para voltar a viver com meu marido, mesmo não o amando mais (decidimos tentar mais uma vez em nome do nosso filho).
Entretanto, o casamento continuou não dando certo e combinamos então de vivermos na mesma casa, porém como amigos. E nesse meio tempo, eu e Rodrigo, o rapaz que mencionei, fomos nos aproximando cada vez mais, pois começamos a trabalhar juntos. Fui me sentindo cada vez mais atraída por ele, até que um dia me declarei.
A primeira reação de Rodrigo foi questionar minha atitude, dizendo que eu era casada, então expliquei a ele minha situação com meu marido. Ele então se declarou bastante atraído por mim também, e começamos um romance intenso, nos demos muito bem sexualmente. E eu me apaixonei por Rodrigo como nunca havia me apaixonado antes.
Passamos a nos encontrar mais ou menos de 3 em 3 semanas, e ele sempre dizendo que eu simplesmente o enlouquecia...E um detalhe: desde o começo deixamos claro um para o outro que não seria nada além de encontros, por causa da minha situação; e Rodrigo também sempre me dizia que não queria um relacionamento mais sério com ninguém.


Acontece porém, que depois de um tempo Rodrigo começou a me tratar com uma certa frieza, e quando fui falar sobre isso com ele, ele disse que era melhor pararmos, porque ele não queria problemas e que estava tudo ficando "perigoso" demais. Eu fiquei péssima, mas respeitei a decisão dele e não o procurei mais; passamos a nos falar somente na internet, e sobre trabalho.
E eu continuei morando com o pai do meu filho, ainda que infeliz.
Algum tempo depois, numa dessas conversas pela internet com Rodrigo, decidi perguntar se ele estava namorando alguém, e para minha surpresa e decepção, ele disse que sim! Depois disso, decidí não ter mais esperanças em relação a ele.
 

Entretanto, alguns dias depois, Rodrigo voltou a me procurar, inventando desculpas para eu ir à casa dele...e fui. E assim, voltamos a ficar juntos, e ele então disse que simplesmente não conseguia me esquecer. E quanto à namorada, ele dizia que já não aguentava mais, que ela não o completa e que não é a mulher da vida dele.
E assim estamos até hj...e como eu estou muito apaixonada por esse homem, eu gostaria de obter uma ajuda, uma luz, principalmente em relação aos sentimentos de Rodrigo por mim, uma vez que ele é uma pessoa bastante fechada e evita o tempo todo falar de sentimentos...fico sem saber o que pensar, como agir em relação a ele, pois o que mais quero é resolver minha situação com o pai da minha filha e poder ter Rodrigo junto de mim. Conto com a sua ajuda e desde já agradeço!

                                                                                  Celina, 28 anos

 

Cara Celina:

 

Tu tens de tomar uma decisão muito importante na tua vida. Parece-me claro que tu já não amas o teu marido e que ele também já não gosta de ti. Sendo esse o caso, o melhor que tens a fazer é separar-te do teu marido. As coisas não estão a funcionar e tu tentas encontrar o amor junto de outra pessoa e essa pessoa nunca se envolverá mais profundamente contigo enquanto fores casada.

Por isso, tens de acabar com o teu casamento e seguir com a tua vida, independentemente do resto. Quando a tua vida estiver mais calma, aí poderás perceber se esse rapaz que gosta de ti, estará disposta a começar uma relação contigo. Ele tem receio de dizer o que sente, pois tu ainda és casada e ele não está disposto a investir em algo que nunca terá um futuro, pois tu ainda estavas a viver com o teu marido. Com a separação, os sentimentos dele irão de certeza ser mais fortes por ti e poderá abrir mais o seu coração.

Tens assim de pensar no que queres para o teu futuro e o que te faria mais feliz. A decisão não é fácil, e seja qual for a decisão, alguém irá sair magoado. Mas é assim a vida...

 

                                                                             Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 00:44

09 Abril 2010

Caro Dr. Coração:

O meu namorado e eu estamos a discutir muito porque a melhor amiga dele e o melhor amigo dele são os meus maiores inimigos. O que faço pra me entender com ele, mesmo detestando os amigos dele?
 

                                                                     Anónima

 

Cara Anónima:

 

Se tu gostas realmente do teu namorado, tens de fazer um esforço para te entender com os amigos dele. Não me parece que ele se afaste do melhor amigo e da melhor amiga por ti e se ele tiver de escolher, não me parece que nesta fase ele te escolha a ti. Tu não tens de ser amiga dos amigos dele... Tens é de tratá-los com civilidade e sem discussões... Se não o fizeres, tenho a certeza de que as discussões com o teu namorado irão piorar e o fim da relação irá acontecer, mais cedo ou mais tarde. Cabe a ti decidir o que estás disposta a fazer para não o perder.

 

                                                                       Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 21:10

07 Abril 2010

Caro Dr. Coração:

Namorava ha dois anos e dois meses. Terminei com ele há uns 15 dias, pois não tínhamos tempo para nos ver. Nesses ultimos tempos ele preferia passar a folga dele, que era o unico tempo q tinhamos para nos ver,com os amigos.

Pedi pra ele escolher;pois bem ele escolheu os amigos...Ele desconversou dizendo que iria ficar com alguém que gostase... Agora fiquei com o peso na consciencia... Realmente perdi-o. Queria uma opinião...

 

                                                                 Mariana, 19 anos
 

Cara Mariana:

 

Parece-me que tu tomaste a decisão correcta. O facto dele ter escolhido os amigos em detrimento de ti, era sinal de que já não queria estar contigo. Se ele te amasse de verdade, ele faria todos os possíveis para estar o pouco tempo livre que tinha contigo. Não foi isso que aconteceu enquanto namoravas.

Se não tivesses feito o ultimato, provavelmente, ele iria continuar a passar o tempo todos com os amigos em vez de ti. Tu mereces melhor do que isso, pelo que é pelo melhor ele ter acabado tudo. Tens de seguir em frente com a tua vida e tenho a certeza de que irás encontrar alguém que te ponha em primeiro lugar na sua vida.

                                                                      Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 20:58

06 Abril 2010

"Será que ele gosta de mim???

 

Olá... meu nome é Fernanda., tenho 18 anos e há 3 anos sou apaixonada por um amigo do meu irmão que hoje também o considero como amigo. Ja fizemos muitas festas juntas e (...) acabei me tornando muito amiga de sua irmã. (...) Durante estes 3 anos não me manifestei de forma alguma por saber que ele me achava infantil de mais e por saber que meu irmão nunca aceitaria que a gente tivesse algo junto, por isso fiquei no anonimato por todo este tempo, curtindo minha vida e indo na casa dele com sua irmã sem ao menos deixa-lo perceber que era apaixonada... (...)Minha vida sempre foi cheia de turbulências (...) e o desrespeito predominou e predomina em minha casa. (...) Vou lhe falar abertamente no assunto principal do problema, o R.
Ano passado quando completei 18 anos dei-me por conta de que ja estava grandinha o sufiente para assumir meus sentimentos e lutar por eles. Sempre fui muito perseverante e guerreira, e também sonhadora, por isso tenho tenho perseverança de que tudo no final acaba bem... Bom decidi-me então mostrar meus sentimentos... levei 3 foras e com isso fiquei na retaguarda, até que certo dia tirei as cartas com uma amiga minha que é taróloga de mão cheia e ela me falo que ainda vamos ter algo juntos, algo muito forte e que ele tem uma atração por mim, mas não se abre por ter medo de meu irmão. Ao saber disso não lhe dei mais nenhum vestígio de que ainda queria ele para mim, mas... a uns 4 meses tenho lhe mandado mensagens p/ o celular dizendo coisas legais, nada de estou apaixonada por vc e nem te amo, mas coisas de ânimo, como um simples bom dia ou coisas parecidas.... Com isso há 1 mês atras fiquei sabendo que ele gostava muito de receber as mensagens e que ficava muito feliz quando eu as mandava e sabia sim que era o remetente... E eu lhe pergundo, o que eu faço agora? Por favor me responda, preciso de conselhos... Um abraço Fernanda!
                                                                                 Fernanda. 18 anos

Cara F:

 

Tu és uma jovem rapariga cheia de espectativas sobre o que poderá acontecer com o R. Mas tens de ter em consideração que o facto de ele apreciar as mensagens não significa que ele sinta a mesma coisa por ti. Podes ter novamente uma grande desilusão. E um dos possíveis motivos para ele não te corresponder deve-se ao facto de ele ser amigo do teu irmão e possa ter algum receio de se envolver contigo, mesmo que esteja atraído por ti.
Mas tu tens de seguir o teu coração. Parece-me que os teus sentimentos pelo R. são muito fortes e que quer o teu coração, quer a tua cabeça o querem.
Tu tens de lutar para conseguires alcançar a felicidade que procuras. Tu já tens motivos para pensar que ele gosta de ti, pelo facto de apreciar imenso as mensagens que tu lhe envias. Isto pode ser um primeiro passo para conquistar-lhe o coração.
Tu és uma pessoa forte e corajosa, mas a questão principal é a seguinte: tu podes tentar mostrar-lhe outra vez o que sentes, mas deves estar preparada para a reacção dele. Para o melhor e para o pior. Mas se não arriscares, nunca saberás o que poderia ter acontecido. Por isso, acho que deves arriscar e declarar-te outra vez. Mas a decisão é tua. Boa sorte para a tua vida.

 

Um abraço
Dr. Coração"

publicado por Dr. Coração às 00:04

04 Abril 2010

Caro Dr. Coração:

Eu morro de ciúmes do meu namorado. Eu amo-o muito... temos três meses de namoro mas já não consigo imaginar minha vida sem ele...ele é muito sincero e verdadeiro..mas o facto é que eu sou a segunda namorada dele , eu moro numa cidade a duas horas de distância e a ex dele mora na mesma cidade...eu sei q ele nunca irá me trair mas eu não concigo deixar de pensar..."será q ele esqueceu-a mesmo, será q eu o faço mais feliz, será ???"

Uma vez entrei no msn como se fosse outra rapariga... fiz charme pra cima dele... mas ele disse para a tal rapariga q amava muito a namorada dele... Então eu não  tenho motivos para desconfiar, ele é sincero e verdadeiro.
Mas o q eu faço para controlar meus ciúmes?

 

                                                                          Anónima


 

Cara Anónima:

 

Numa relação tem de existir confiança entre ambas as partes. Por mais que duas pessoas gostem uma da outra, se uma delas está sempre a desconfiar da outra, mesmo que essa pessoa nada o tenha feito para merecer essas desconfiança, a relação mais cedo ou mais tarde irá terminar.

Tens de fazer um esforço para confiar mais nele, senão correso risco de o afastar. Ele escolheu estar contigo e o passado é o passado. Não podes deixar o passado controlar a tua vida e tens de preocupar-te em aproveitar de melhor forma o tempo que estás com ele e fortalecer os vossos laços. Se continuares a desconfiar dele, mais cedo ou mais tarde ele irá deixar-te... não porque tenha encontrado outra mulher, mas sim porque tu o afastaste com o teu ciúme. Espero que penses no que te disse.

 

                                                                        Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 10:20

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16

18
19
20
21
22
23
24

28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
Enviar Carta

Para enviar uma carta clica no botão seguinte:

 

Enviar carta

 

 

Ou envia para:

drcoracao@drcoracao.com

blogs SAPO