Consultório sentimental
Consultório sentimental sobre o amor...

31 Julho 2010

Caro Dr. Coração:


Nao sei que se passa na minha vida. O meu marido mudou muito de há 9 meses para ca. Tenho em casa um hospede e nao um marido. Desautoriza-me perante os filhos despreza-me e quase nao falamos.

O problema e que eu quero me divorciar so que tenho uma loja e casa tudo junto que comprei com empretimo ao banco  e ele quer que eu lhe de metade do valor da casa. e diz que tambem vai ficar com os filhos. Ele faz-lhes a vontade a tudo e eles como e logico vao querer ficar com o pai eles. Ao que eu nao me imagino a viver sem eles. O que faço à minha vida?

                                                                            Anónima                                           
 

Cara Anónima:

Tu estás numa situação difícil, pois terás de escolher entre viver num casamento que já não existe, ou arriscar ficar sem os teus filhos e a tua loja. A única forma de resolveres a situação será mesmo falar com o teu marido e negociar uma solução em que ambos consigam ganhar alguma coisa com a separação. Não faz sentido continuar num casamento em que tu estás profundamente infeliz e em que os dois já não querem estar um com o outro. Os dois terão de discutir os termos da vossa separação. Nenhum irá ter totalmente o que desejava e ambos terão de abdicar de algumas das vossas intenções. Mas se tu não te imaginas a viver sem os teus filhos então essa deverá ser umas das prioridades na tua negociação com o teu marido. Espero que tudo corra bem.

                                                                          Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 21:10

26 Julho 2010

Caro Dr. Coração:
 

No ano  passado conheci alguem muito especial da escola. Este ano eu troquei de escola ele foi pra outra e a mãe dele esta tentando muda-lo pra mesma escola que eu. Mas se ele nao conseguir o q eu faço? todas as noites eu choro por ele e nao sei o que fazer.

 

                                                                              Fernanda, 13 anos

 

Cara Fernanda:

 

Infelizmente, nem sempre as coisas correm como nós gostaríamos. Esse rapaz com que tu passaste bons momentos no ano passou mudou-se para outra escola e vocês deixaram-se de se ver. Não me parece muito provável que ele volte para junto de ti. Por isso, deverás tentar deixar de pensar nele, sob o risco de continuar a sofrer por algo que não podes fazer nada para alterar a situação. Vocês tiveram um passado que nenhum dos dois irá esquecer. Mas a vida é assim. Nem sempre duas pessosa que gostam uma da outra acabam por ficar juntas. E a distância, por mais que não o queiramos, acaba por afastar as pessoas. Tens de seguir em frente com a tua vida. Tu és ainda muito nova, pelo que um dia, quando menos esperares, irás encontrar alguém por quem sintas a mesma coisa que pelo outro rapaz.

 

                                                                             Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 22:14

24 Julho 2010

 

Caro Dr. Coração:


A minha relacão dura há 9 anos. Só que entretanto apareceu outra na vida do meu companheiro. Desde aí que anda muito confuso. Diz que me ama mas gosta muito da outra. O que faço?

                                                                            C.

Cara C.:

O teu namorado está a ser muito honesto contigo quando diz que gosta de outra rapariga. Com o tempo, as relações atravessam alguns problemas e o teu namorado está a sentir a falta de algo na vossa relação que espera encontrar com a outra rapariga. Tu não podes controlar o que ele sente. Apenas podes falar com ele e perguntar-lhe se ele quer continuar uma relação contigo. Não deves deixar que esta situação se prolonga e deves tentar esclarecer as coisas o mais rápido possível com ele. Caso ele ache que mesmo gostando e ti, não deixe a outra, deverás acabar com a relação, pois tu mereces alguém que goste a sério de ti e por quem ele queira lutar. Espero que penses no que te disse.

                                                                         Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 14:23
tags: , ,

22 Julho 2010

Caro Dr. Coração:

Estou namorando há um mes e algumas semanas...
mas nesse tempo conheci um homem pela internet... e eu gosto dele... e queria ficar com ele... mas nao quero enganar o meu namorado... nem terminar com ele pois tenho medo de que depois as coisas não resultem com o outro homem...
O que devo fazer?

                                                                      Anónima
 

Cara Anónima:

Muitas vezes apaixonamo-nos por alguém com quem não sabemos se as coisas irão resultar. Foi o que aconteceu contigo. Tu encontraste alguém na internet, mas tens algum receio de que as coisas não resultem, pois não conheces verdadeiramente esse homem só pela net e que podes ter-te iludido de tal forma que a realidade pode não corresponder às expectativias que tinhas. Por isso, acho que devias tentar esquecer esse homem, pois se achasses realmente que poderias ter um futuro com ele, acabarias com o teu namoro, que não está a correr como tu gostarias. Deverás preocupar-te em tentar perceber o que te está a faltar na tua relação actual e tentar resolver eventuais problemas que existam. Nem sempre as relações com pessoas que conhecemos na net funcionam e deves ter em consideração essa situação.

                                                                        Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 23:33

20 Julho 2010

Caro Dr. Coração:

De algum tempo  para cá, o meu marido começou a teclar com a ex-namorada dele perguntando por exemplo qual o perfume que ela estava a usar... Eu queria saber  se ele ainda sente algo por ela... Eles terminaram há 5  anos atrás.

 

                                                                    Anónima

 

Cara Anónima:

 

Numa relação tem de existir confiança entre ambas as partes. Não me parece que seja isso que esteja a acontecer no teu casamento. Tu achas que o teu marido ainda sente algo pela ex dele, apesar de já estar há dois anos contigo. Tu estás muito insegura, pois achas que ele não está totalmente feliz contigo. Se tu gostas do teu marido, tens de lhe dizer o que sentes. Caso contrário, os teus cíumes poderão causar problemas no vosso casamento, mesmo que não exista uma razão de ser para esses ciúmes. As relações não são fáceis e passam por vezes por alturas mais complicadas e é nesses momentos que os dois parceiros terão de falar e resolver os problemas no início, em vez de deixar que a desconfiança acumule e um dia rebente. Espero que penses no que te disse.

 

                                                                    Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 21:51
tags: , ,

18 Julho 2010

Caro Dr. Coração:


Quero somente por este meio descrever o que sinto.Sinto-me tão triste por dentro.Sinto necessidade de amar e me apaixonar mas com o sofrimento que tenho tido ao longo da minha vida sinto-me presa e fechada.Amo muito uma pessoa que  faz parte da minha vida e que também me ama a mim,mas estamos os dois na escuridão devido a um problema muito mau que existe na vida dele e que acaba por todos os meios de refundir o que possamos sentir cá dentro.Quero me entregar,me apaixonar novamente e desejar novamente e não consigo.Com isto tudo sinto-me envelheçer e morrer por dentro por estar bloqueada.O mal não me deixa resscucitar os meus sentimentos de amor e desejo mais profundos.Não,não deixa.

Sei que ao longo dos anos as pessoas amadureçem e envelheçem devido aos espinhos e sofrimento que temos na nossa vida e é mais difiçil sentirmos aquele amor que sentimos outrora quando mais novos,mas doi tanto.Quero que a pessoa que eu amo consiga se livrar deste mal que me mata por dentro por ve-lo sofrer e me faz refugiar dele por não conseguir ver a luz do bem ao nosso redor e me cansa,cansa muito a minha alma e coração e por isso me refugio.Apesar de tudo isto temos uma grande amizade sincera e unida e estamos muito ligados um no outro,mas lá está o que havia outrora entre nós não vem ao de cima.

                                                                    Diana, 34 anos

Cara Diana:

Parece-me que tu precisavas de desabafar o que sentias no teu coração. Sinto que estás um pouco conformada com a situação em que te encontras, mas isso não quer dizer que te sintas feliz. Tu querias que as coisas fossem diferentes e que as circunstâncias que levaram a que as coisas não resultassem nunca tivessem acontecido. Mas aconteceram e sabes que não há nada a fazer que possas fazer para mudar a situação. Custa muito saber que não há nada nas nossas mãos para mudar a situação e sabemos no nosso íntimo que temos de seguir em frente... Mas não é fácil... Espero que tudo corra bem contigo.

                                                                        Dr. Coração
 

publicado por Dr. Coração às 10:40

16 Julho 2010

Caro Dr. Coração:

Ha cinco anos atras tive o primeiro homem da minha vida. eu tinha dezoito anos e era completamente apaixonada por ele, mas ele tinha uma namorada mesmo assim tivemos um caso e eu acabei ficando gravida e a namorada dele tambem,ele logicamente casou-se com ela e eu sofri durante tres anos sozinha e com um filho nos bracos.

um belo dia ele diz-me que se separou, fiquei sem reacao com o coracao cheio de esperancas, feliz da vida pensei que ficaria com ele so pra mim com o grande amor da minha vida, mas ele disse que nao iria me assumir naquele momento e eu mais uma vez cai na desilusao.

Mesmo assim nao conseguia esquece-lo parecia uma doenca. Mas ele conseguia-me convencer a continuar aquele caso sem futuro sempre carinhoso,preocupado comigo,atendia meus telefonemas com carinho em fim parecia que apesar de tudo ele gostava de mim e assumiu seu filho.

Mas um dia cansei-me daquela situacao e resolvi terminar tudo e comecei um novo relacionamento e acabei me casando, mas com ele ainda no coracao apesar de estar apaixonada por meu companheiro. O tempo passou e perdemos o contacto por um ano e eu tentando contruir uma nova vida tive outro filho, mas ainda pensava nele. Agora o filho que tenho com ele esta com cinco anos e ele me procurou para ver o menino depois de um ano sem ve-lo. O meu coracao disparou e  senti vontade de agarra-lo e beija-lo. Nao consegui esquece-lo apesar de ter casado com uma pessoa maravilhosa.

Nao conseguimos olhar nos olhos um do outro mas tenho vontade de dizer tudo que estou sentindo. O que eu faco?

 

                                                                 Anónima, 23 anos


Cara Anónima:

 

 

Não me parece que consigas ser feliz enquanto continuares a pensar no passado e nos sentimentos que tiveste há uns anos atrás. Tu és feliz no teu casamento com uma pessoa que tu consideras maravilhosa e não deverás correr riscos em fazer algo que possa prejudicar o teu casamento. O passado é o passado e não me parece que as coisas tenham mudando muito com o tempo. O pai do teu primeiro filho continua a não te colocar em primeiro plano da sua vida. Se ele alguma vez tivesse gostado de ti como tu pensas que ele gosta, ele teria feito tudo para estar contigo e o vosso filho. Não foi isso o que aconteceu e alimentar esperanças por algo que nunca irá acontecer apenas te irá fazer infeliz e acima de tudo que te concentres na tua vida em comum com o teu marido. Não é fácil esquecer o passado, mas outra coisa é deixar que o passado influencia o teu futuro. Tu mereces melhor do que isso. A decisão é toda tua, mas só te peço que reflictas sobre as minhas palavras.

                                                                     Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 21:36

14 Julho 2010

Caro Dr. Coração:

Eu namoro há 7 anos e ela sempre amou-me muito, mas na semana passada sem mais nem menos ela disse que estava confusa se queria ou não casar comigo... começou a chorar muito e pediu um tempo, eu dei-lhe um tempo e não sei porque isto está acontecendo, pois quem sempre iniciava o assunto sobre casamento era ela. Porém acho que ela está influenciada por uma nova amiga dela.

Eu amo-a muito e estou desesperado só de pensar que ela vai terminar comigo. O que eu devo fazer? ficar sem telefonar pra ela durante esse tempo? ou esquece-la porque quando a alguém pede tempo é porque quer acabar tudo. Estou muito mal e não consigo fazer mais nada, comer, dormir, estudar, etc....

                                                                  Leandro, 25 anos  

Caro Leandro:

Muitas vezes as coisas não correm como gostaríamos. E as relações acabam por se desgatar e atravessar alguns problemas. Mas a força de uma relação vê-se nos momentos mais difíceis e não quando tudo está a correr bem. A tua namorada está atravessar um período de reflexão e o pior que podes fazê-la é pressioná-la. Deves dar-lhe algum tempo para ela pensar em vós e se ela realmente te ama, ela voltará para ti. Não deves já pensar que ela quer acabar contigo. Todas as relações passam por momentos mais complicados. Não podes agora fazer nada senão esperar. Todos têm dúvidas às vezes sobre o futuro. Mas quando duas pessoas estão destinadas a ficar juntas, ficarão juntas. Por isso, tens de paciência e muita calma e levar a tua vida normal. Não é fácil, mas tens de esperar pela decisão dela. Espero que tudo corra bem.

                                                                 

                                                                    Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 22:13

13 Julho 2010

Nunca namorei e a minha vida está uma confusão...

Caro Dr. Coração:

Tenho 19 anos e nunca namorei. A última vez que alguém gostou de mim... tinha eu 6 anos. Sinto-me muito triste com isto... sinto-me diferente! Será que nunca vou conseguir ter alguém que goste de mim? Gostei muito de um rapaz quando tinha 14 anos, mas ele não gostava de mim. Hoje, não sei dele, porque foi morar noutra cidade... contudo acho que não o esqueci. Na verdade, não sei se não o esqueci ou se isto é um mecanismo de defesa para não sofrer. Se disser que gosto de um rapaz que não vejo é mais fácil explicar o porquê de não namorar! Ajuda-me, por favor!!!
Ainda por cima, acho que começo a sentir algo pelo meu melhor amigo!!! A minha vida está uma confusão:(
 

                                                                    Confusa, 19 anos
 

Cara Confusa:

Tu estás muito confusa sobre os teus sentimentos. Mas acima de tudo, parece-me que tu tens muito receio de sair magoada. Por isso preferes não te envolveres numa relação do que ter algo que irá acabar por te magoar. Tu já gostaste de um rapaz no passado e ele não sentia o mesmo por ti. Mas isso já foi há muitos anos e parece-me que tens razão quando dizes que provavelmente usas essa situação para te impedir de arriscar e estar com alguém.

Tens de estar preparada para abrir o coração. Caso contrário, corres o risco de não encontrar ninguém que queira estar contigo, pois percebem que não estás realmente interessada em algo sério. Tens de ter maior confiança em ti e acima de tudo não ter medo de ser rejeitada e sofrer.  Mas não é o que está a acontecer. Se tu sentes algo pelo teu melhor amigo, deverás dizer-lhe o que sentes. Corres o risco dele não sentir o mesmo por ti. Pois nesse caso, tu sabes que fizeste o que era possível para seres feliz. E se continuares a procurar, um dia irás encontrar alguém que goste de ti. Quem sabe se não tens uma surpresa inesperada e encontrares alguém quando estiveres menos à espera? Mas isso só acontecerá se tiveres coragem de abrir o teu coração. Não é fácil, mas nem sempre tudo corre como nós gostaríamos e às vezes temos de sofrer antes de encontrar a felicidade.

                                                                        Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 21:57

12 Julho 2010

Caro Dr. Coração:


Ha 3 anos atras ele correu muito atras de mim, mas casei-me com o meu noivo. Apos 2 anos de casamento separei-me, e quando ele soube foi à minha procura. Começamos a namorar, logo no inicio tratou de pedir sua separaçao da mulher com a qual ja estava separada de facto.

Ai começaram os problemas... ao fim dos 4 meses, nao aguentou a pressao da ex e resolveu dar uma tregua, tirando os documentos dos advogados para tentar dar um pouco de paz para seus 2 filhos. Mesmo assim diz que me ama e esperar qtos anos forem necessarios para estarmos juntos novamente... O que devo fazer?


                                                                     M.Q.

Cara M.Q.:

Tu estás numa situação muito complicada. Se tu queres ser verdadeiramente feliz, deverás pensar se estás disposta a esperar para ser feliz. Eu sei que tu gostas imenso desse rapaz, mas o facto dele estar preso à mulher e aos seus filhos é um sinal de que ele mesmo gostando de ti, não gosta o suficiente para partilhar a sua vida contigo. Tu mereces melhor, pois parece-me complicado que ele alguma vez se separe da mulher, por causa dos filhos. Enquanto continuares a teres esperança de que ele deixe de vez a família por ti, tu nunca serás feliz. Deverás dizer isso a esse homem. Se ele não estiver disposto a passar o resto da vida dele contigo, então deverás deixá-lo e tenta encontrar alguém que queira todos os instantes estar contigo. Espero que penses no que te disse.

                                                                     Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 22:21

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
15
17

19
21
23

25
27
28
29
30


subscrever feeds
pesquisar
 
Enviar Carta

Para enviar uma carta clica no botão seguinte:

 

Enviar carta

 

 

Ou envia para:

drcoracao@drcoracao.com

blogs SAPO