Consultório sentimental
Consultório sentimental sobre o amor...

14 Abril 2010

Caro Dr. Coração:

Minha história é um tanto longa e complicada...Vou tentar resumí-la o máximo possível: Eu estava separada do meu marido por uns tempos quando conhecí esse rapaz, o Rodrigo. Mas justamente quando o conhecí, eu já estava voltando pra casa,para voltar a viver com meu marido, mesmo não o amando mais (decidimos tentar mais uma vez em nome do nosso filho).
Entretanto, o casamento continuou não dando certo e combinamos então de vivermos na mesma casa, porém como amigos. E nesse meio tempo, eu e Rodrigo, o rapaz que mencionei, fomos nos aproximando cada vez mais, pois começamos a trabalhar juntos. Fui me sentindo cada vez mais atraída por ele, até que um dia me declarei.
A primeira reação de Rodrigo foi questionar minha atitude, dizendo que eu era casada, então expliquei a ele minha situação com meu marido. Ele então se declarou bastante atraído por mim também, e começamos um romance intenso, nos demos muito bem sexualmente. E eu me apaixonei por Rodrigo como nunca havia me apaixonado antes.
Passamos a nos encontrar mais ou menos de 3 em 3 semanas, e ele sempre dizendo que eu simplesmente o enlouquecia...E um detalhe: desde o começo deixamos claro um para o outro que não seria nada além de encontros, por causa da minha situação; e Rodrigo também sempre me dizia que não queria um relacionamento mais sério com ninguém.


Acontece porém, que depois de um tempo Rodrigo começou a me tratar com uma certa frieza, e quando fui falar sobre isso com ele, ele disse que era melhor pararmos, porque ele não queria problemas e que estava tudo ficando "perigoso" demais. Eu fiquei péssima, mas respeitei a decisão dele e não o procurei mais; passamos a nos falar somente na internet, e sobre trabalho.
E eu continuei morando com o pai do meu filho, ainda que infeliz.
Algum tempo depois, numa dessas conversas pela internet com Rodrigo, decidi perguntar se ele estava namorando alguém, e para minha surpresa e decepção, ele disse que sim! Depois disso, decidí não ter mais esperanças em relação a ele.
 

Entretanto, alguns dias depois, Rodrigo voltou a me procurar, inventando desculpas para eu ir à casa dele...e fui. E assim, voltamos a ficar juntos, e ele então disse que simplesmente não conseguia me esquecer. E quanto à namorada, ele dizia que já não aguentava mais, que ela não o completa e que não é a mulher da vida dele.
E assim estamos até hj...e como eu estou muito apaixonada por esse homem, eu gostaria de obter uma ajuda, uma luz, principalmente em relação aos sentimentos de Rodrigo por mim, uma vez que ele é uma pessoa bastante fechada e evita o tempo todo falar de sentimentos...fico sem saber o que pensar, como agir em relação a ele, pois o que mais quero é resolver minha situação com o pai da minha filha e poder ter Rodrigo junto de mim. Conto com a sua ajuda e desde já agradeço!

                                                                                  Celina, 28 anos

 

Cara Celina:

 

Tu tens de tomar uma decisão muito importante na tua vida. Parece-me claro que tu já não amas o teu marido e que ele também já não gosta de ti. Sendo esse o caso, o melhor que tens a fazer é separar-te do teu marido. As coisas não estão a funcionar e tu tentas encontrar o amor junto de outra pessoa e essa pessoa nunca se envolverá mais profundamente contigo enquanto fores casada.

Por isso, tens de acabar com o teu casamento e seguir com a tua vida, independentemente do resto. Quando a tua vida estiver mais calma, aí poderás perceber se esse rapaz que gosta de ti, estará disposta a começar uma relação contigo. Ele tem receio de dizer o que sente, pois tu ainda és casada e ele não está disposto a investir em algo que nunca terá um futuro, pois tu ainda estavas a viver com o teu marido. Com a separação, os sentimentos dele irão de certeza ser mais fortes por ti e poderá abrir mais o seu coração.

Tens assim de pensar no que queres para o teu futuro e o que te faria mais feliz. A decisão não é fácil, e seja qual for a decisão, alguém irá sair magoado. Mas é assim a vida...

 

                                                                             Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 00:44

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16

18
19
20
21
22
23
24

28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
Enviar Carta

Para enviar uma carta clica no botão seguinte:

 

Enviar carta

 

 

Ou envia para:

drcoracao@drcoracao.com

blogs SAPO