Consultório sentimental
Consultório sentimental sobre o amor...

16 Julho 2010

Caro Dr. Coração:

Ha cinco anos atras tive o primeiro homem da minha vida. eu tinha dezoito anos e era completamente apaixonada por ele, mas ele tinha uma namorada mesmo assim tivemos um caso e eu acabei ficando gravida e a namorada dele tambem,ele logicamente casou-se com ela e eu sofri durante tres anos sozinha e com um filho nos bracos.

um belo dia ele diz-me que se separou, fiquei sem reacao com o coracao cheio de esperancas, feliz da vida pensei que ficaria com ele so pra mim com o grande amor da minha vida, mas ele disse que nao iria me assumir naquele momento e eu mais uma vez cai na desilusao.

Mesmo assim nao conseguia esquece-lo parecia uma doenca. Mas ele conseguia-me convencer a continuar aquele caso sem futuro sempre carinhoso,preocupado comigo,atendia meus telefonemas com carinho em fim parecia que apesar de tudo ele gostava de mim e assumiu seu filho.

Mas um dia cansei-me daquela situacao e resolvi terminar tudo e comecei um novo relacionamento e acabei me casando, mas com ele ainda no coracao apesar de estar apaixonada por meu companheiro. O tempo passou e perdemos o contacto por um ano e eu tentando contruir uma nova vida tive outro filho, mas ainda pensava nele. Agora o filho que tenho com ele esta com cinco anos e ele me procurou para ver o menino depois de um ano sem ve-lo. O meu coracao disparou e  senti vontade de agarra-lo e beija-lo. Nao consegui esquece-lo apesar de ter casado com uma pessoa maravilhosa.

Nao conseguimos olhar nos olhos um do outro mas tenho vontade de dizer tudo que estou sentindo. O que eu faco?

 

                                                                 Anónima, 23 anos


Cara Anónima:

 

 

Não me parece que consigas ser feliz enquanto continuares a pensar no passado e nos sentimentos que tiveste há uns anos atrás. Tu és feliz no teu casamento com uma pessoa que tu consideras maravilhosa e não deverás correr riscos em fazer algo que possa prejudicar o teu casamento. O passado é o passado e não me parece que as coisas tenham mudando muito com o tempo. O pai do teu primeiro filho continua a não te colocar em primeiro plano da sua vida. Se ele alguma vez tivesse gostado de ti como tu pensas que ele gosta, ele teria feito tudo para estar contigo e o vosso filho. Não foi isso o que aconteceu e alimentar esperanças por algo que nunca irá acontecer apenas te irá fazer infeliz e acima de tudo que te concentres na tua vida em comum com o teu marido. Não é fácil esquecer o passado, mas outra coisa é deixar que o passado influencia o teu futuro. Tu mereces melhor do que isso. A decisão é toda tua, mas só te peço que reflictas sobre as minhas palavras.

                                                                     Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 21:36

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
15
17

19
21
23

25
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
Enviar Carta

Para enviar uma carta clica no botão seguinte:

 

Enviar carta

 

 

Ou envia para:

drcoracao@drcoracao.com

blogs SAPO