Consultório sentimental
Consultório sentimental sobre o amor...

29 Agosto 2010

 

Caro Dr. Coração:

 

Conheci uma pessoa que me parece boa...mas não sei pq, parece q falta algo nele.. Ele trata-me bem nas poucas horas q estivemos juntos. Eu quero tentar ser feliz, mas tenho medo, acho que de me apaixonar...

 

                                                                        Anónima

 

Cara Anónima:

 

Tu estás numa fase em que não sabes se a pessoa com quem estás a sair será a pessoa certa para ti e isso inibe-te um pouco, pois tens receio de te abrir a alguém com medo de sofreres. Tu ainda não confias totalmente dele, pelo que crias algumas barreiras de forma inconsciente. Acho que deves levar as coisas com calma e ter alguma paciência e ver como as coisas correm. Tens de conhecê-lo melhor e descobrir se será a pessoa certa para ti.

Não deves pressionar-te a ti própria a encontrar alguém só para estares com alguém. Tens de procurar a pessoa certa para ti e só assim encontrarás a felicidade. Por isso, tens de ter calma e tentar descobrir se a pessoa com quem estás será a pessoa ideal e em quem possas confiar completamente. Espero que tudo corra bem contigo.

 

                                                                        Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 14:48

30 Abril 2010

Caro Dr. Coração:


Tenho 18 anos e vivi um amor de 2 anos com um namorado que foi o meu primeiro. Tinha na epoca 15 anos e agora tenho 18. Ele me fez sofrer muito ha uns 8 meses atras quando ele me procurou... saimos e foi optimo mas agora de vez em quando eu saio com ele. Mas nao e a mesma coisa...

O pior de tudo que me envolvi com um rapaz que e cantor e acabei por me envolver com ele. Quando esta comigo demonstra gostar de mim mas desaparece e nem da sinal... Sou eu que sempre o procuro... estou a sofrer muito pois me sinto usada ... sempre que ele quer estou la mas ele nunca esta quando eu quero... O que faço pra conseguir tira-lo da minha vida ou coloca-lo de vez?
 

                                                  Anónima, 18 anos
 

Cara Anónima:

Parece-me que esse rapaz não está interessado numa relação séria contigo... Ele gosta de ti, mas não ao ponto de querer ter um futuro contigo. Ele apenas está contigo quando ele quer e muitas vezes não te dá o apoio quando mais precisas dele. Tu mereces melhor do que isso e por isso devias fazer um esforço para tirá-lo definitivamente da tua vida. Tu um dia irás encontrar alguém que goste a sério de ti e que queria estar contigo todos os os dias e acima de tudo ser alguém em que confies. Por isso, deves não pensar mais nele e acabar tudo. A decisão é tua, mas peço-te que penses no que te disse.

 

                                                Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 20:34

17 Dezembro 2009

 

Caro Dr. Coração:


Gostaria de saber como ser sedutora. Não sei conquistar ninguém com olhar e essas coisas assim, mas sei que quando tô a fim de alguém as pessoas ao meu redor percebem, não sei se é pq dou muita atenção, sei lá. Mas, acho também que as pessoas exageram, confundem as coisas, as vezes nem tou interessada. Mas vai lá: Quais as armas ideais para seduzir alguém?? Não digo o grande amor da vida... só algo carnal mesmo.

 

Euzinha

 

Cara Euzinha:

 

Infelizmente, não te vou conseguir ajudar na tua pergunta, pois este é um consultório sentimental. A única coisa que te consigo dizer é que deves ter paciência, pois um dia irás encontrar alguém que goste de ti, tal como tu és agora, e não pelo facto de seres bonita ou sedutora. Se alguém se interessar por ti, por apenas seres sexy ou sedutora, essa pessoa talvez não seja a pessoa certa para ti. Parece-me que estás a ter demasiada pressa para fazer algo de que te poderás arrepender no futuro. Desculpa por não te ajudar mais.

 

Dr. Coração
 

publicado por Dr. Coração às 19:59

12 Setembro 2009

Caro Dr. Coração:

 

Sou uma mulher com trinta anos que se relacionou com um jovem nos seus vintes, tudo lindo no Verão, mas com interferências de uma amiga comum, supostamente confidente de ambas as partes, as coisas começaram a correr menos bem. Já tinhamos acordado ter uma relação solta sem grandes cobranças porque ele assustou-se um pouco. O problema é que está sempre a consultar a amiga para tomar decisões. Ela também passou a ser a minha confidente e apesar de ela dizer que ajuda, tenho as minhas dúvidas. Entretanto, tivemos juntos um sábado, fizemos amor e notei-o mais carinhoso, pois já não estávamos juntos há algum tempo. Ele acha que eu sou fantástica na cama e está muito mais solto sexualmente.

No entanto, passado uma semana, e depois de um jantar em que bebi, sai com essa tal amiga e fomos até um café onde ele também estava e eu perguntei-lhe se tinha gostado da noite e ele fez-se de caro, eu como estava um pouco alcolizada, dei-lhe um beijo no pescoço e ele foi-se embora. A verdade é que a noite acabou mal, porque a tal amiga comum foi para ao hospital por excesso de bebida. Ela mandou-me muitas mensagens, que ele só quer sexo, e insiste em achar que estou muito mal psicólogicamente. Eu já lhe fiz ver que não estou mal estou sim confusa e que estou um bocado farta das intromissões dela e preciso de espaço. E se ele só quer sexo, eu é que tenho de perceber isso. Dele não sei nada, não sei o que ela lhe diz, deixei de confiar nela.

E estou de facto confusa. Eu reconheço que sou uma excelente pessoa, independente, bonita e interessante, mas tenho tendência para amizades sufocantes. Gostaria mesmo de falar directamente com ele para perceber o que se passou, ou então fazer-lhe a seguinte proposta: não quero falar do se passou no sábado, estava alcolizada, fiz disparate, mas tenho uma proposta a fazer-te. Queres aventura, muito sexo e loucura à mistura? Eu também, mas isto tem de ser um segredo nosso, pois trata-se da nossa intimidade, sem intromissão de terceiros. Neste momento, é isso que eu quero...

                                                                      

Anónima, 30 anos
 

Cara Anónima:

 

Parece-me que tu estás muito confusa sobre o que tu realmente queres. E o facto de as coisas não estarem a correrem como tu gostarias, faz com que tu te sintas insegurança e desconfiada, inclusive de pessoas em quem tu confiavas. Mas se tu reflectires com calma, verás que talvez te estejas a precipitar e uma pessoa que esteja de fora tenha uma perspectiva mais lúcida e directa da situação. Por isso, a tua amiga é capaz de ver coisas que tu se calhar estás a ignorar por causa do que sentes pelo outro rapaz. Essa é uma situação perfeitamente normal quando os nossos sentimentos falam mais alto e muitas vezes não gostamos quando uma pessoa nos faz voltar à realidade, pelo que não queremos ouvir o que ela nos diz.

Tu é que tomas as tuas decisões, mas eu diria para parares um pouco e pensar com a cabeça e não com o coração sobre se o que a tua amiga te disse faz sentido e te queira proteger.  Mas cada um sabe da sua vida e decide o que fazer... o que não nos deve impedir de procurar a opinião e conselho de alguém que tenha uma perspectiva mais racional das coisas... Se tu queres falar com esse rapaz e dizer o que queres, estás no teu direito... Mas pensa só no que te disse antes de tomar qualquer decisão que possas arrepender no futuro.

 

                                                                             Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 13:07

15 Agosto 2009

 

 

Caro Dr. Coração:


Há 9 anos conheci uma pessoa, na qual hj é o pai da minha filha de 7 anos. Foi meu 1º namorado e o amei muito, sofri muito também, pois sempre houve traíção de ambas as partes, daí então, no 5º ano terminamos. sofri demais, mas conheci outra pessoa, mais velha, q realmente me amou, mas q depois de 3 anos eu passei a não gostar mais. um mês depois de nossa separação voltei a falar com o pai da minha filha, já q nossa relação após o término era péssima, e desde então ficamos e nos apaixonamos novamente, sinto isso da parte dele tb.
Só ele tem um jeito q me passa profunda insegurança, não digo em traição, mas confiança no q diz, como, ele diz q vai me ligar no sábado a noite, e não liga, saí. Ele mora no interior, não ligo q ele saia, pois tb tenho toda a liberdade e não abro mão, mas não consigo deixar de goster dele e tb sei q ele não mudará esse seu jeito, pois tem necessidade de liberdade. E agora??

                                                                       

                                                                 Anónima
 

Cara Anónima:

 

Numa relação tem de existir confiança entre ambas as partes. E neste caso, isso parece-me que não acontece, devido ao que se passou entre vocês no passado. Isso causa-te muita insegurança sobre os reais sentimentos dele por ti, pois tens receio de sair magoada novamente de uma relação com ele.

Vocês nunca terão um futuro em conjunto se não falarem os dois, por forma a que ele saiba o que tu estás a sentir... Caso o não faças, estarás sempre muito insegura e poderá fazer com que apareçam problemas entre os dois e a vossa relação caminhará lentamente para o seu fim... Não podes ter medo de saber que ele não está disposto a mudar por ti e pela tua filha... Seja qual for a reacção dele, deverás contar-lhe o que sentes e ver como as coisas correm a partir daí... Espero que penses no que te disse.

                                                                        

                                                                      Dr. Coração

 

publicado por Dr. Coração às 18:40

02 Abril 2009

Caro Dr. Coração:


Trabalho num bar em part-time, alguns dias de semana, onde conheço muitas pessoas todas elas diferentes umas das outras. ás uns dias conheci uma rapariga k deve ser mais ou menos da minha idade e penso k faz mesmo o meu género, então uma das amigas dela começou por mandar bocas , do tipo k eu estava interessado nela e sorriram todos, na altura parece que d facto a presença dela mexia comigo, e então kuando falava a sua voz era ternurenta.

Passado uma semana kuando ela chegava ao bar dizia-me sempre um olá. passado uns 2 ou 3 dias disse-lhe ke iria dançar com ela , mas nunca o cheguei a afze porqkenão tinha tempo então ela dizia-me de uma forma indirecta k gostava de dançar comigo, então eu disse-lhe k podia-mos dançar num outro bar, ou seja convidei-a para sair, e ela disse k não sabia k iria pensar, daí a pouco chama-me e pede-me uma água e deu-me o cartão dobrado onde dentro vinha o numero de telemóvel dela, e claro k fiquei contente. e disse amanha mando-te uma mensagem para k fiques com o meu numero.

Então assim foi. nessa noite de sábado para domingo ela disse-me q viria no dia seguinte, mas não chegou aparecer. na segunda -feira seguinte manda-me a seguinte mensagem :"oi lindo td bem? desculpa ontem nao te ter ido visitar, fiquei no hoho e hoje vou ficar tambem que esta muito frio...quarta-feira vou lá. beijinho grande." fiquei muito contente claro. e então hoje hoje mande-lhe a seguinte mensagem:"ola! comigo esta tudo bem e contigo? desculpa responder só hoje, mas é que ontem a reunião acabou tarde. fizeste bem ir fazer hoho, para k descanses também. tenho pensado muito em ti,e estou deserto q chegue quarta, para te ver. jinhos fofos" e ela ate agora ainda não disse nada.

O problema e que estou muito inseguro e não sei bem como hei-de comportar-me quando a vir.

 

Anónimo

 

Caro Anónimo:

 

Parece-me óbvio que existe uma grande atracção entre os dois. Mas o problema é que tu não sabes muito bom o que fazer quando estivers com ela... Nesta fase inicial, tu deverias ter muita calma e ser tu próprio, para ela te conhecer melhor... Ela irá notar se tu estiveres muito ansioso, pelo que tens de ter mais confiança em ti...

Mas tens de estar preparada para as coisas não resultarem... Vocês os dois não se conhecem bem e este encontro pode mostrar a um dos dois que se calhar o outro não era bem a pessoa que pensávamos... Mas não podes pensar muito nisso, pois isso apenas irá condicionar o teu comportamento... Sê tu próprio e se as coisas estiverem destinadas a acontecerem, então irão acontecer. Boa sorte...

 

 

Dr. Coração
 

publicado por Dr. Coração às 12:39

Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
Enviar Carta

Para enviar uma carta clica no botão seguinte:

 

Enviar carta

 

 

Ou envia para:

drcoracao@drcoracao.com

blogs SAPO