Consultório sentimental
Consultório sentimental sobre o amor...

24 Março 2012

Caro Dr. Coração:

 

Sou uma pessoa que se apega muito facilmente às pessoas...daquele tipo que fica
uma vez e já sente vontade de dizer que ama...sou extremamente carinhosa,e
confesso que até mesmo ás vezes sou pegajosa...mas não sei ser de outro
jeito!me entrego de coração mesmo,pois sou uma pessoa muito carente...

Sou daquele tipo que liga vezes e vezes!

Sei que homem não gosta disso...

Mas eu gostaria de mudar...

Eu sou uma pessoa muito intensa...e acabo sofrendo muito com isso...porque na
maioria das vezes eu não sou correspondida com tal afeto...

O que devo fazer pra melhorar???Me ajude!

 

Anónima

 

Cara Anónima:

 

Tu tens uma personalidade muito própria e acabas por te
afeiçoar demasiado depressa, mesmo quando a relação está numa fase inicial. Tens
de ter muita calma, sob pena de afastar as pessoas de quem gostas, pois elas
sentem-se pressionadas pelo facto de tu te mostrares demasiado carinhosa e
pegajosa, mesmo numa fase muito inicial da relação.

Tu tens de ter paciência e dar tempo ao tempo. E tu sabes no
teu íntimo que tens de mudar. Tens de dar tempo para a relação crescer aos
poucos e os dois em conjunto descobrirem o que realmente sente um pelo outro.
Caso contrário, irás continuar a afastar pessoas que talvez com o tempo
poderiam vir a sentir por ti o mesmo que sentes por ela.

 

Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 23:50

04 Março 2012

Caro Dr. Coração:


Amo muito o meu namorado mas sei que o amor que ele sente por mim nao e o mesmo do meu. diz me que por mais que tente falta algo.. sei que anda a procura de um amor como o primeiro.

Por mais que tente nao sei o que fazer ele nao consegue esquecer o amor que sentiu por ela . terei que ser eu a fazelo esquecer mas nao sei como. ja
tentei de tudo nao sei mais que fazer..

                                                        
Anónima

 

Cara Anónima:

 

Na grande maioria das vezes, nunca esquecemos o nosso primeiro amor. Mas muitas vezes duas pesoas que se amam, não ficam juntas, por
circunstancias da vida. E foi isso que aconteceu ao teu namorado, que sente que as coisas são diferentes contigo.

Mas se tu gostas mesmo dele, tens de tentar demonstrar-lhe que o vosso amor pode ser diferente do anterior. Naõ melhor, nem pior. Apenas diferente.
E que tu estás lá para ele quando ele precisar. Mas tens de ter em atenção que não podes obrigá-lo a sentir o mesmo por ti. E pode chegar a
um ponto em que percebas que ele nunca irá esquecer a ex-namorada. E tu terás de decidir se queres continuar com um homem que por mais que
faças, nunca te irá amar como tu o amas.

                                                        
Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 23:27

14 Fevereiro 2012

Caro Dr. Coração:

 

Sou a Fernanda tenho 16 anos tinha um namorado de 14;ele me fazia juras de amor. Dizia que me amava e tudo mais que pode se imaginar.Pois aconteceu que ele me traiu.mas,me envolvi demais em tudo isso,e hoje não consigo esquece-lo.

De-me um conselho do que devo fazer?

                                               
Fernanda, 16 anos

 

Cara Fernanda:

 

É muito complicado quando a pessoa de quem gostamos nos trai e quebra a nossa confiança. Mas tu tens de seguir em frente e deixar de pensar nele, pois ele não merece que tu sofras por causa dele. Tu acredtaste nas promessas de amor dele, que acabaram por revelar-se falsas, pelo que tens de
deixar de pensar no passado e concentrar-te em encontrar alguém que te ame realmente. Não será fácil, pois tu tens agora receio de confiar
novamente noutra pessoa, por causa do que sofreste. Mas só abrindo novamente o teu coração a outra pessoa que te ajude a esquecer o teu ex, começarás a sorrir novamente.

                                                  
Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 21:26

12 Fevereiro 2012

Caro Dr. Coração:

 

Estou com um grande problema, eu e minha cunhada, estamos a gostar um do outro. o que faço? estou a notar que o amor esta crescendo cada vez
mais.

 

Anónimo

 

Caro Anónimo:

 

Muitas vezes não escolhemos as pesoas por quem nos apaixonamos. Mas tens de pensar nas pessoas que irão ser afectadas por esta situação, pelo que
terás de ponderar muito bem se quererás seguir em frente com este caso.
Acho que tens de fazer um esforço para parar com esta situação, para não
magoar ninguém. É difícil, pois achas que amas mesmo a tua cunhada, mas é um sacrifício que teras de fazer. Tens de afastar-te dela e não pensar
mais nela. Caso contrário, é certo que alguém irá sofrer com esta situação.

                                   
Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 07:00

30 Julho 2011

Caro Dr. Coração:

Eu pensava que era feliz no meu namoro de 1ano e 4 meses, só que as vezes quando realmente preciso de ajudo o meu namorado parece não se importar.
Por mais que ele diga que se importa só que não sabe demonstrar, eu não consigo acreditar mais nisso.

Quero alguém que me escute mesmo quando ele julgar ser besteira. E agora ele diz que o problema da nossa relação é falta de liberdade, tudo bem, eu concordo! Só que ele é ciumento e se digo que não quero ve-lo ele fica zangado. Será que meus dias felizes estão para acabar?

 

 Taís

Cara Taís:

 

Parece-me que a tua relação tem alguns problemas que deverias tentar resolver com o teu namorado. Por um lado, tu sentes que ele não está
presente quando mais precisas. Por outro, ele não confia em ti e quando tu não queres estar com ele, ele fica ciumento. Numa relação, é muito
importante existir confiança e cumplicidade entre ambas as partes. E não me parece que seja isso que esteja a acontecer. Tu tens de falar com
ele, sob o risco da situação se agravar e chegarem a um ponto em que será impossível resolver os vossos problemas. As relações são difíceis, pelo que espero que consigas resolver a situação.

                                                                      
Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 23:37

24 Julho 2011

Caro Dr. Coração:



tenho 35 anos, tres filhos e moro com um rapaz de 20 anos.E incrivel como a gente se da bem,em todos os sentidos.

Mas as vezes ele tem uma recaida, argumentando que nao tem 100% de certeza emcasar comigo, porque ja tenho meus filhos e ele quer ter a familia dele com outra pessoa, mas jovem, claro!

Ele diz que nao tem coragem de casar.



Que quando ele jurar em frente ao padre, vai ser pra sempre.

Mas, eu sinto que isso e discriminacao, dos amigos e familia, por que ele realmente me ama, e feliz e nao tem coragem de aceitar.

Preciso de uma opiniao.

                                                 
Anónima, 35 anos

Cara Anonima:

Vocês os dois estão em fases diferentes das vossas vidas, pois ele é ainda muito novo e ainda não pensa num futuro a longo prazo, ao contrário de ti. Por mais que ele te ame, ele tem algum receio de ter algo mais sério, pois todos lhe dizem que ele tem a vida pela frente.

 

Se realmente gostas dele, então deverás ter paciência e esperar que ele mude de opinião. Se ele realmente gosta de ti, então com o tempo mudará de ideias e ligará mais ao que ele sente do que que os outros pensam.

O amor não escolhe idades e é nestas fases que sê vê a força de uma relação para ultrapassar os obstáculos que vão aparecendo.

                                                 
Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 10:54

23 Julho 2011

Caro Dr. Coraçao:

 

Eu tenho 14 anos e sou muito timida e muito romântica!

Depois de ter levado mais de 2 anos a tentar eskecer um ex namorado, eu comecei a apaixonar me por um colega meu, conhexemonos, fikámos grandes amigos, ele era o meu melhor amigo! Eu sentia k estava a apaixonar me por ele, cada dia k paxava gostava mais dele, mas eu n keria voltar a apaixonar me axim tão cedo, tinha acabado de eskecer um rapaz e n keria voltar a sofrer! Mas foi mais forte k eu. Pensava nele o dia todo, sonhava km
ele, sonhava km o toke das suas mãos, km o toke dos seus lábios... Já n cnsguia ivitar pensar nele. Quando o movel tokava, o meu coração
começava a bater mt deprexa, as minhas pernas tremiam, quando eu atendia e ouvia a sua voz, apetecia me dizer-lhe td o k sentia, mas n conseguia. Comexamos a ir a casa um do outro, a noxa amizade tava cada vez maior!

Uns dias dps ele começou me a abraçar, a paxar mt mais tempo kmg! Paxámos meses axim, até k ouve um dia, k nós tavamos a conversar, ele abraçou me, komecei a sentir os seus lábios cada vez mais perto dos meus, ele beijou me, nexe momento, eu pensava k tava a sonhar, tava à espera dakele momento à tanto tempo! Ele dixe k me amava e comexamos a namorar, namorámos durante 6 meses, kuando tava km ele nada mais importava, parecia k estavamos sozinhos neste Mundo!


Agora n estamos juntos, e eu n sei o k fazer, n namoramos à uns meses, eu n cosigo eskece lo, eu kontinuo a ama-lo komo desde o 1ºdia! Eu tou outra vez a sofrer por amor, eu n aguento mais! Ainda por cima, ele tornou se diferente, ele sabe k eu ainda gosto dele, e ele sente se feliz por ter alguém k teja a sofrer por ele! Mesmo axim, nós continuámos amigos, desde à umas semanas, andamos sempre a discutir, a noxa amizade já n é o k era! :( Agora, kuase k nem falamos, apenas dizemos um simples: "oi! td bem?"

Ele é td pa mim! Eu amo o komo nunca amei ninguém, eu sei k sou mt nova, e k ainda vou paxar por isto mais vezes, tbm sei k vou eskecê lo um dia, mas exe dia nuca mais xega!

Por causa disto td, eu tenho a auto-estima mt em baixo, eu n nem seker csg olhar pa o espelho! Eu penso k sou a rapariga mais feia no Mundo, k nehum rapaz vai kerer olhar pa mim! :'(

                                                               
Anónima, 14 anos

 

Cara Anónima:

Muitas vezes as nossas relações não correm como nós gostaríamos. Infelizmente, parece-me que o teu ex já não sente o mesmo por ti e que muito dificimente as coisas voltarão a ser as mesmas. Tu tens de seguir em frente com a tua vida e ter mais confiança em ti. Não é pelo facto
das coisas não terem resultado no passado que tu não vais encontrar alguém certo para ti.~

Tens de ter paciência e esperar pela pessoa certa. Tu és ainda muito nova e tens tempo para encontrar alguém que goste tanto de ti como tu dele. Tens é de aumentar a tua auto-estima e ter esperança no futuro, pois um dia quando menos esperares irás encontrar alguém. Espero que penses no que te disse.

                                                              
Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 23:45

20 Maio 2011

Caro Dr. Coração:



Amo um pastor. e sei que nâo posso fazer nada mais ele tambem ja se declarou mas nâo podemos ficar juntos. Ele pediu-me para ter com ele uma vida paralela. O que faço?

                                                              
Anónima

 

Cara Anónima:

 

Se tu gostas mesmo dele, e acreditas que irás ser feliz com ele, então deverás pensar em ter uma vida em segredo com ele. Porém, essa relação nunca será igual a uma relação normal, dado o grau de secretismo. Para além disso, terás de pensar no futuro e saber se queres viver uma vida assim, se poder assumir perante terceiros o teu amor e saber que esta situação nunca irá mudar. Tudo depende do que estás disposta a sacrificar. Tens de pensar não só no presente, mas também no teu futuro.

                                                            
Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 23:22

15 Maio 2011

Caro Dr. Coração:


 Eu tinha-a há 3 anos como minha namorada, mas um dia ela disse-me que não estava a resultar. Estou a ficar maluco pois eu amava-a muito , fazia tudo por ela , ela era tudo para mim. Sinto muita falta dela...

                                                           
Anónimo

 

Caro Anónimo:

Muitas vezes as relações não correm como nós gostaríamos e por mais que uma das pessoas continua a nutrir sentimentos pela outra, isso não é suficiente para que a relação continue. Os sentimentos mudam com o tempo e não existe nada que possamos fazer para mudar essa situação. Se tu ainda gostas dela, deverás falar com ela e tentar perceber o que podes fazer para mudar as coisas. Mas se ela achar mesmo que não existe nada a fazer para que as coisas voltem a resultar e que os vossos problemas sejam insolúveis, terás de resignar-te à situação e seguir em frente com a tua vida. Espero que as coisas corram como desejas, mas tens de estar preparado para que isso não aconteça.

                                                            
Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 20:24

07 Maio 2011

Caro Dr. Coração:



Eu comecei um relação com um amigo meu, tem 1 mês, e eu to gostando dele, mas ele tá agindo de uma forma que parece q num tá mais afim, ele num tá me dando mta atenção, no dia que marcamos pra ficar junto ele fica comigo, mas tem vezes q nos encontramos sem querer e ele fica mais com os amigos do q comigo.

No outro dia ele marcou comigo e depois disse-me que que ia beber com os amigos dele...mas fiquei desconfiada e não gostei...O problema q eu conheço-o mto bem...

É que ele nos ultimos namoros dele traiu mto  as ex-namoradas, e eu sabendo disso fico desconfiada dele, ele diz pra todos q tá me namorando...quero que ele me de atençào e me trate bem... ele disse q acha q eu não tou querendo nada com ele...pois acho q sou um pouco fria com ele...

 

                                                      Shenna, 20 anos

Cara Shenna:

 

O elemento mais importante de uma relação é a confiança entre as duas pessoas. No teu caso, não me parece que tu confies nele, pelo que tu conheces dele e pelo que ele fez no passado. Isso não é algo que augure um futuro para o teu namoro.

Por mais que duas pessoas gostem uma da outra, se não existir confiança, o tempo irá acabar por destruir a relação. Por isso, a única solução é
falares com o teu namorado e explicar os teus receios e em conjunto tentar resolver este problema. Fingir que o problema não existe irá
fazer com que as coisas piorem até um ponto em que será impossível salvar a relação.

                                                         
Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 20:48

Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
Enviar Carta

Para enviar uma carta clica no botão seguinte:

 

Enviar carta

 

 

Ou envia para:

drcoracao@drcoracao.com

blogs SAPO