Consultório sentimental
Consultório sentimental sobre o amor...

23 Novembro 2010

Caro Dr. Coração:


No semestre passado na faculdade, conheci o meu professor. Ele é 19 anos mais velho do que eu, mas descobrimos muitas afinidades, comecei a demonstrar o que sentia e ele também, comecei a cuidar dele enquanto estávamos juntos, levava lanche e jantar para ele, presentes e ele me retribuia com carinho e atenção. No último dia de aula fui-me despedir e ele pediu-me para ligar-lhe no dia seguinte, mas não sei o que me deu, só liguei duas semanas depois e falamos de assuntos profissionais. Já estou há quase um mês sem vê-lo e sem ouvir a sua voz, estou ficando louca!!

Já o procurei e ninguém sabe dele. O que devo fazer quando eu o encontrar? Só sei que a sua ausência me faz amá-lo mais e mais.

                                                                         Anónima

Cara Anónima:

Tu estás apaixonada pelo teu professor, mas parece-me que ele não sente o mesmo por ti. O facto dele não ter-te dito nada, mesmo após teres deixado de ser aluna, leva-me a pensar que ele não estava realmente interessado em ti numa relação com futuro, mas sim passar um bom tempo contigo. Tens de tentart esquecê-lo e continuar com a tua vida. É perfeitamente normal apaixonarmo-nos por uma pessoa mais madura e responsável, mas o tempo acabou por demonstrar que ele não sente por ti da mesma forma. Tens por isso de seguir em frente, pois se continuares a pensar nele, isso apenas fará com que continues a sofrer por alguém que o não merece. E enquanto continuares a ter esperanças de estar com ele, nunca serás realmente feliz. Espero que penses no que te disse. Mas a decisão é toda tua.

                                                              Dr. Coração

publicado por Dr. Coração às 20:54

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

15
16
18
19
20

22
24
25
26

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
blogs SAPO